Logo Clínica Rubens do Val

Quando a reposição hormonal é indicada?

Atualizado em 06/09/2021
Tempo de leitura: 2 min.

A reposição hormonal sempre foi e sempre será um assunto polêmico, visto que há polêmica entre os próprios médicos.

Existem várias escolas dentro da medicina que defendem diferentes formas, há as que defendem a reposição em 100% das pacientes climatéricas ou menopausadas, há as que defendem a reposição apenas em pacientes sintomáticas, e há as que não defendem a reposição para nenhum tipo de paciente.

Quando a reposição hormonal é indicada?

Há muitas dúvidas sobre o hormônio sintético, o hormônio bioidêntico e qual o melhor tipo de hormônio.

Antes de se pensar em qual o tipo de hormônio, é preciso procurar um médico ginecologista para fazer uma boa história clínica e contar para ele quais os sintomas que estão lhe incomodando.

Todos os sintomas devem ser esclarecidos para o médico para saber qual o tipo de reposição hormonal é mais indicado.

Além disso, a paciente precisa ter todos os exames em mãos porque não podemos fazer a reposição em paciente que tenha ultrassom transvaginal com um eco endometrial já espessado, por exemplo. E também, precisa levar o histórico de antecedentes porque a reposição hormonal não é indicada para paciente que tem antecedentes de câncer de mama. Portanto, é preciso muito cuidado e critério para indicar a reposição hormonal.

Sintomas mais frequentes

  • calor;
  • diminuição da libido;
  • pele seca;
  • ressecamento vaginal por atrofia;
  • alteração de humor;
  • ansiedade,
  • aumento do apetite.

Tipos de reposição hormonal

Atualmente existem vários tipos de reposição hormonal, por exemplo: os hormônios naturais em que apenas coisas naturais são usadas para melhorar os sintomas da paciente, os hormônios bioidênticos que são muito parecidos com os hormônios que a própria paciente fabrica, os hormônios sintéticos, e outros.

Qual o melhor hormônio para repor?

O melhor hormônio para repor é o estrogênio porque é o hormônio responsável por:

  • melhorar o calor;
  • melhorar a pele;
  • diminuir a queda de cabelo;
  • melhorar a secura vaginal.

Há muitas dúvidas sobre a testosterona e a progesterona. Saiba que, muitas vezes, também repomos a testosterona, principalmente quando há uma baixa de testosterona nos exames ou a paciente se queixa de libido.

E também, a progesterona, sendo bio-idêntica ou não, poderá ser usada como uma espécie de antagônico aos efeitos do estrogênio. A progesterona sempre estará presente nas reposições hormonais, principalmente nas mulheres que tem útero. As pacientes sem útero podem até ficar sem essa progesterona, mas depende do caso.

Portanto, não existe melhor forma de fazer reposição hormonal no climatério, existe uma paciente individualizada. Cada paciente deve ser pesquisada rigorosamente para saber o que é melhor para ela.

Posso tomar reposição hormonal por conta própria?

Não existe reposição hormonal sem o médico. Infelizmente, qualquer paciente que entrar no climatério precisa procurar o médico.

O que achou do conteúdo de hoje? Deixe seu comentário!

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 01 / 09 / 21
Você sabia que a reposição hormonal pode trazer riscos para a saúde da mulher caso seja indicada com as condições inadequadas? Entenda mais aqui!
Ler Mais
 | 19 / 08 / 20
Menopausa precoce é a antecipação da parada da menstruação na mulher. Veja com que idade a menopausa é caracterizada como precoce e o que fazer.
Ler Mais
Atenção: O site https://clinicarubensdoval.com.br/ é uma fonte para melhorar o acesso dos pacientes às informações. Não deve ser utilizado como um substituto do diagnóstico completo e preciso de uma consulta médica.

Clínica Rubens Do Val 2022 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

magnifiercross
× Como posso te ajudar?