Logo Clínica Rubens do Val

Coceira intensa na região íntima pode ser candidíase?

Atualizado em 18/10/2023
Tempo de leitura: 2 min.

A coceira intensa pode ser um dos sintomas da candidíase, mas é importante observar ainda outras manifestações, já que esse sinal pode ser decorrente, também, de situações como uma simples alergia ou irritação na pele.

A candidíase é popularmente conhecida apenas como cândida. Trata-se de uma infecção causada por fungos, na maioria das vezes, pelo Candida albicans. Essa infecção também recebe o nome de monolíase vaginal.

É bastante comum entre as mulheres, mas causa um desconforto considerável. Afinal, a irritação desencadeia uma série de sintomas. Mas será que a coceira intensa também pode ser um sinal de candidíase? Continue lendo para ver a resposta.

A candidíase causa coceira?

Um dos principais sintomas da candidíase é de fato a coceira intensa. Quando o fungo se prolifera de uma forma exagerada, ele provoca o prurido, que parece aumentar quanto mais a pessoa coça.

Mas esse não é o único sintoma de candidíase. O quadro também vem acompanhado de corrimento esbranquiçado e espesso, às vezes esverdeado, coloração avermelhada na vagina e escoriações na região da vulva.

É importante observar esses outros desconfortos, já que a coceira intensa, de forma isolada, pode estar associada, por exemplo, a alergias a produtos de higiene, ou mesmo do tecido da roupa íntima.

Por que a coceira acontece?

A candidíase provoca coceira porque quando o fungo se prolifera de forma exagerada ele causa irritação e inflamação na região íntima da mulher. Por consequência, o organismo reage à ação dos micro-organismos e a coceira se manifesta.

Ela é realmente intensa, mas o ato de coçar não soluciona o desconforto. Na verdade, o ideal é tomar cuidado porque coçar agrava a situação, afinal, podem seguir lesões na pele, fazendo com que ela fique ainda mais sensível e inflamada.

O que fazer para aliviar esse desconforto?

Manter a região limpa e seca pode ajudar a reduzir os desconfortos causados pela candidíase. Também é muito importante permitir que a pele respire, ou seja, evitar o uso de peças de roupa que deixam a área abafada.

É interessante dar preferência para as roupas íntimas de algodão e evitar calças ou shorts muito apertados. Entretanto, este é apenas um alívio porque o ideal é buscar o conselho do ginecologista para administrar corretamente a medicação a fim de conter a proliferação do fungo. Somente com o tratamento correto os desconfortos irão embora.

Como prevenir a candidíase?

É importante ressaltar que a candidíase não é uma doença contraída sexualmente. Isso porque o fungo já vive na pele naturalmente, mas ele se prolifera em excesso quando as condições estão apropriadas para isso.

Sendo assim, o ideal é adotar hábitos que evitem essa proliferação excessiva, como: 

  • evitar o uso de protetores diários constantemente;
  • preferir roupas íntimas de algodão;
  • manter as peças íntimas sempre limpas e secas;
  • utilizar sabonetes líquidos;
  • manter as toalhas de banho sempre limpas;
  • fortalecer a imunidade;
  • garantir uma boa higiene pessoal.

Apesar de todos esses cuidados, a candidíase pode se manifestar porque algumas pessoas têm mais suscetibilidade para isso. Então, se o problema acontecer, o ideal é buscar a ajuda do ginecologista para conter a infecção e evitar desconfortos maiores.

Dr. Rubens do Val | Clínica Rubens do Val

Dr. Rubens Do Val

CRM: 58764
RQE: 17384 - Obstetrícia
RQE: 17385 - Ginecologia

A Clínica Rubens do Val atua há mais de 50 anos nas especialidades Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, mantendo uma tradição familiar de dedicação e comprometimento com a saúde.
Agende sua consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 17 / 01 / 24
Descubra a relação entre o verão e as doenças vaginais, explorando como a candidíase pode aumentar nessa estação.
Ler Mais
 | 31 / 10 / 23
Saiba tudo sobre o Outubro Rosa: prevenção, autoexame e diagnóstico precoce do câncer de mama. Descubra a importância da mamografia e consultas regulares com seu médico para uma vida saudável. Marque uma consulta agora!
Ler Mais
1 2 3 18
Atenção: O site https://clinicarubensdoval.com.br/ é uma fonte para melhorar o acesso dos pacientes às informações. Não deve ser utilizado como um substituto do diagnóstico completo e preciso de uma consulta médica.
Responsável técnico: Dr. Rubens Do Val | CRM: 58764
RQE: 17384 - Obstetrícia | 17385 - Ginecologia
Agende sua consulta
Clínica Rubens Do Val © 2024
| Desenvolvido por Surya Marketing Médico.
Site atualizado em:
09:42 | 17/04/2024
magnifiercross