Logo Clínica Rubens do Val

É possível prevenir o Câncer de Colo do Útero?

Atualizado em 19/02/2024
Tempo de leitura: 3 min.

O câncer de colo de útero é uma doença silenciosa e que pode levar à morte, mas a boa notícia é que sua prevenção é simples de ser feita e pode ser realizada por meio da vacinação contra o HPV e uso de preservativos nas relações sexuais.

O câncer de colo de útero é um dos grandes causadores de morte por neoplasia entre as mulheres. Por isso, a prevenção dessa doença é muito importante, e ela começa ainda durante a adolescência.

Qualquer mulher pode desenvolver esse tipo de câncer, e como se trata de uma região do corpo que não está constantemente exposta, é preciso ter ainda mais cuidado. O diagnóstico em fase inicial é difícil porque a mulher não consegue perceber a doença visualmente e porque nas fases iniciais geralmente não costuma manifestar sintomas.

Portanto, a prevenção é indispensável, e nós preparamos este artigo para explicar como ela é feita. Continue lendo e descubra como cuidar ainda melhor da sua saúde.

O que causa o câncer de colo de útero?

O câncer de colo de útero é provocado principalmente pela infecção por HPV (papilomavírus humano). Ele geralmente é contraído por via sexual devido ao contato de pequenas lesões na pele com os fluidos corporais da pessoa infectada.

Existem diferentes tipos de HPV, mas os que estão relacionados com o câncer de colo de útero são os subtipos 16 e 18.

Como prevenir o câncer de colo de útero?

A prevenção do câncer de colo de útero pode ser feita de duas formas. A prevenção primária é aquela que previne a infecção pelo HPV,  e a prevenção secundária evita que as lesões provocadas pelo vírus evoluam para o câncer de colo de útero. A seguir, falamos a respeito dessas duas formas de prevenção.

Prevenindo a infecção por HPV

Como explicamos, o HPV é contraído principalmente pelo contato sexual, então, o uso de preservativo masculino ou feminino durante as relações sexuais é indispensável para evitar a transmissão do vírus de uma pessoa para outra.

Vale ressaltar que o preservativo deve ser usado em todas as relações sexuais, sejam elas com penetração vaginal, anal ou mesmo a forma oral de sexo. Portanto, relações homossexuais também exigem o uso do preservativo.

Porém, o HPV pode ser transmitido de uma pessoa para outra por meio de lesões microscópicas na mucosa ou na pele. Sendo assim, mesmo com o uso do preservativo ainda existe o risco do contato com a bolsa escrotal, a vulva, a região perianal e a perineal.

Sendo assim, a principal forma de prevenir a infecção por HPV é com a imunização feita com a vacina contra o tetravalente contra o HPV.

A vacina está disponível no Sistema Único de Saúde para meninos e meninas entre 9 e 14 anos de idade. Isso porque a sua eficiência é maior quando a imunização é feita antes de iniciar a vida sexual, mas adultos também podem ser vacinados.

Evitando a evolução de lesões

O HPV desencadeia lesões na região genital e no colo do útero. Essas lesões tendem a evoluir com o passar do tempo, se agravam e se transformam em câncer. Por isso, a prevenção secundária da doença é feita por meio de medidas que evitem que essas lesões pré-cancerígenas evoluam para a doença maligna.

Nesse caso, é indispensável que as mulheres, principalmente aquelas com vida sexual ativa, façam o exame de Papanicolau uma vez ao ano ou conforme indicação do ginecologista. O exame é capaz de identificar alterações nas células do colo do útero ou a presença de micro-organismos nocivos e, assim, diagnosticar o problema em estágio inicial ou antes mesmo de se tornar câncer.

A prevenção contra o câncer de colo de útero é simples de ser feita. Agora que você já sabe, pode se cuidar ainda melhor. Mas não se esqueça da importância de vacinar os mais jovens para que a proteção aconteça o quanto antes.

Dr. Rubens do Val | Clínica Rubens do Val

Dr. Rubens Do Val

CRM: 58764
RQE: 17384 - Obstetrícia
RQE: 17385 - Ginecologia

A Clínica Rubens do Val atua há mais de 50 anos nas especialidades Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, mantendo uma tradição familiar de dedicação e comprometimento com a saúde.
Agende sua consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 13 / 12 / 22
O papanicolau é o principal exame para detecção precoce do câncer do colo de útero. Neste post, falaremos sobre a frequência que o exame de papanicolau deve ser feito. Acompanhe!
Ler Mais
 | 20 / 04 / 22
A incompetência istmocervical é a falha de uma região uterina, chamada região istmocervical. No post de hoje, falaremos um pouco sobre seu diagnóstico, prevenção e tratamento. Confira!
Ler Mais
1 2 3 6
Atenção: O site https://clinicarubensdoval.com.br/ é uma fonte para melhorar o acesso dos pacientes às informações. Não deve ser utilizado como um substituto do diagnóstico completo e preciso de uma consulta médica.
Responsável técnico: Dr. Rubens Do Val | CRM: 58764
RQE: 17384 - Obstetrícia | 17385 - Ginecologia
Agende sua consulta
Clínica Rubens Do Val © 2024
| Desenvolvido por Surya Marketing Médico.
Site atualizado em:
09:49 | 18/06/2024
magnifiercross