BLOG

O que são varizes pélvicas e qual o tratamento?

Varizes pélvicas são veias dilatadas que surgem com maior frequência em mulheres, afetando não apenas o útero, mas também as trompas e ovários. Essa dilatação é o que faz com que as válvulas deixem de funcionar adequadamente, acumulando sangue na região pélvica.

A imagem mostra uma mulher sentada segurando uma bolsa de água quente na região da pelve.

No post de hoje, falaremos um pouco mais sobre este assunto. Continue nos acompanhando!

Quais as causas das varizes pélvicas?

Aproximadamente 10% das mulheres apresentam varizes pélvicas, mas as causas dessa doença ainda não foram completamente esclarecidas. O que podemos dizer é que as varizes podem surgir apenas por conta de fatores genéticos.

Além disso, são muito mais comuns após uma gestação, uma vez que o corpo precisa dilatar as veias nessa região para haver o transporte de sangue necessário para a gravidez.

É importante lembrar também que o risco de varizes pélvicas pode variar de acordo com a idade da mulher. Isto significa que, em mulheres mais velhas, as paredes das veias já são mais frágeis e menos elásticas, apresentando uma dificuldade maior para voltarem ao normal.

Os principais sintomas

Geralmente, as varizes pélvicas não provocam sintomas. Mas, algumas mulheres podem apresentar determinados sinais, como por exemplo:

  • Dor abdominal;
  • Dor durante a relação sexual;
  • Varizes visíveis na região vaginal, bumbum e coxas;
  • Incontinência urinária;
  • Sensação de peso na região íntima;
  • Aumento no fluxo menstrual.

Quando a mulher está deitada ou sentada, os sintomas podem melhorar um pouco. Isto ocorre devido ao sangue ter mais facilidade de voltar para o coração. Porém, muitas mulheres se queixam de dor constante.

Existe tratamento para varizes pélvicas?

O tratamento das varizes pélvicas tem início logo após a confirmação do diagnóstico, com a indicação de medicamentos orais, para ajudar a diminuir a dilatação das veias.

Quando os sintomas são muito intensos e não melhoram, existe a possibilidade de uma cirurgia. Neste caso, então, é realizada a embolização das veias por meio de cirurgia endovascular.

Essa é uma técnica minimamente invasiva, feita sob anestesia local, onde é inserido um cateter fino pela veia até a região afetada. Logo após, é liberada uma substância, que diminui as varizes e o sangue é então direcionado novamente para as veias saudáveis.

Pode ser que a paciente sinta um desconforto pélvico durante as primeiras 72 horas após o procedimento, algo que pode ser controlado com analgésicos.

O conteúdo foi esclarecedor? Você já sofreu de varizes pélvicas e não sabia que esse problema existia? Conte-nos nos comentários! E compartilhe com suas amigas! Até o próximo post!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − onze =

FALE CONOSCO

× Como posso te ajudar?