Logo Clínica Rubens do Val

Ovulação: entenda como funciona este período e quais são os sinais

Atualizado em 06/09/2021
Tempo de leitura: 2 min.
A imagem mostra uma representação gráfica de uma ovulação.

O que é e como acontece a ovulação? Com certeza, ainda existem muitas mulheres com essa mesma dúvida. A ovulação é o nome concedido ao processo de liberação de um óvulo maduro pelo ovário. Geralmente, esta ação ocorre uma vez por mês no corpo feminino.

Continue acompanhando o post de hoje, pois falaremos um pouco mais sobre este tema, esclarecendo algumas dúvidas importantes.

Como funciona a ovulação?

Para as mulheres, entender o período de ovulação é algo fundamental, principalmente quando estão tentando engravidar.

Algo que muitas não sabem é que, todo período fértil ao redor da ovulação, dura cerca de uma semana, ou seja, são sete dias onde pode acontecer uma gravidez.

Conforme a ovulação se aproxima, o corpo da mulher aumenta a produção de um hormônio, conhecido como estrogênio. O mesmo causa um espessamento do revestimento do útero, o que logo ajuda a criar um ambiente adequado para o espermatozoide.

Quando os níveis de estrogênio aumentam, eles acionam um súbito aumento de outro hormônio, denominado luteinizante (LH), que logo causa a liberação do óvulo maduro do ovário. E pronto, aí está a ovulação!

Normalmente, ela ocorre de 24 a 36 horas após o aumento do hormônio LH, que também ajuda a prever o pico de fertilidade da mulher. Quando o óvulo não é fertilizado, o revestimento do útero é descartado, eliminando com ele o óvulo, e assim terá início a menstruação.

Sinais do período fértil

Mesmo um óvulo sobrevivendo apenas por 24 horas, o espermatozoide poderá ficar ativo de 2 a 3 dias. Isto significa que, um casal pode ‘engravidar’ tendo relações sexuais antes da liberação do óvulo.

Ao levar em consideração a vida útil do espermatozoide e do óvulo, o chamado período fértil total é de cerca de 6 dias.

Durante esse período, a temperatura do corpo da mulher sofre alterações, e se medida de forma correta, pode ser considerada como um dos sinais da ovulação. A medição deve ser feita logo ao acordar.

Sensibilidade nas mamas, aumento da libido, dores pélvicas e pequeno sangramento também podem ser sinais de ovulação, porém, eles podem variar de mulher para mulher.

Gostou do nosso post de hoje? Ainda apresenta dúvidas? Deixe o seu comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 30 / 03 / 21
A síndrome do ovário policístico (SOP) é um distúrbio hormonal que atinge cerca de 7% das mulheres em idade reprodutiva. DESCUBRA COMO TRATAR!
Ler Mais
 | 23 / 02 / 21
Corrimento transparente é uma secreção vaginal muito semelhante à clara de ovo, que também pode ser chamada de muco cervical do período fértil. ENTENDA!
Ler Mais
1 2 3 5
Atenção: O site https://clinicarubensdoval.com.br/ é uma fonte para melhorar o acesso dos pacientes às informações. Não deve ser utilizado como um substituto do diagnóstico completo e preciso de uma consulta médica.

Clínica Rubens Do Val 2022 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

magnifiercross
× Como posso te ajudar?