Logo Clínica Rubens do Val

O que pode causar a infertilidade feminina?

Atualizado em 23/11/2021
Tempo de leitura: 5 min.

A infertilidade feminina é a dificuldade de se reproduzir, devido a diversos fatores, sejam eles hormonais ou físicos. Ser infértil é apenas um empecilho para a gravidez, portanto, se for realizado o devido diagnóstico e tratamento é possível que a mulher consiga engravidar. 

A imagem mostra uma mulher com as pernas abertas para cima deitada em uma mesa de consultório e outra mulher há sua frente.

Entenda o que é a infertilidade feminina e o que pode causá-la!

Entenda a infertilidade feminina

A infertilidade feminina é caracterizada pela dificuldade de engravidar/manter a gravidez, atingindo cerca de 15% da população, podendo ser causada por diversos fatores, sendo eles, hormonais, físicos e até mesmo genéticos. 

Dentro do período de 1 mês as chances de realizar a fecundação com sucesso é de 15% à 20%, chegando a 80% ao ano, portanto, se após o casal passar 12 meses tentando engravidar sem sucesso, pode ser sinal de algum distúrbio que causa infertilidade, já que dificilmente conseguirão engravidar sem acompanhamento médico.

Um possível sinal de infertilidade feminina, ocorre quando a mulher sofre diversos abortos espontâneos, já que pode significar a dificuldade do óvulo fecundado se manter dentro do útero.

Existem dois tipos de infertilidade, sendo eles a infertilidade primária e a infertilidade secundária.

  • Infertilidade primária: Ocorre quando não há uma gravidez anterior;
  • Infertilidade secundária: Ocorre quando já se houve uma gravidez anterior.

A normalização da demora para engravidar, faz com que alguns casais não busquem entender clinicamente o que está gerando essa dificuldade. A infertilidade é ap enas um empecilho para realizar a fecundação completa, visto que se for realizado o diagnóstico e tratamento correto, é possível que a mulher consiga engravidar.

Infertilidade ou Esterilidade?

A esterilidade é caracterizada pela impossibilidade total de engravidar. Portanto, não existe tratamento ou cura.

A infertilidade é a dificuldade para engravidar ou manter uma gravidez, sendo possível realizar tratamentos para revertê-la.

Sintomas da infertilidade feminina

A infertilidade feminina não tem sintomas específicos, entretanto é importante estar atenta a alguns sinais de possíveis disfunções no órgão reprodutor feminino.

  • Menstruação irregular ou falta de menstruação;
  • Dores na região pélvica;
  • Problemas hormonais;
  • Dificuldade de engravidar após 1 ano tentando.

As causas da infertilidade feminina

A infertilidade feminina é dividida em 4 grupos, sendo eles:

  • Causas ovarianas e ovulares – Dificuldade ou falta de ovulação;
  • Causas tubárias e do canal vaginal endocervical – Alterações tubárias ou no canal endocervical como, obstruções, deformações e encurtamento tubários;
  • Causas ligadas à fertilização – Pode ser causado pela idade da mulher ou vigor do óvulo;
  • Causas ligadas a implantação do embrião – Doenças ou alterações hormonais que causa falha na preparação do endométrio;

A infertilidade feminina pode ser temporária, podendo ser curada após o tratamento do que pode ter causado. Diversas doenças que causam infertilidade podem acometer a mulher, sendo elas: 

Ovários policísticos – Considerada a causa mais comum de infertilidade feminina, faz com que ocorra irregularidades na menstruação e o aumento dos níveis de estrogênio;

Menopausa precoce – Ocorre quando mulheres com menos de 40 anos não conseguem mais produzir óvulos. A menopausa precoce pode ocorrer por conta de alterações genéticas ou quimioterapia.

Alteração da tireoide – Algumas alterações na tireoide como, hipotireoidismo ou hipertireoidismo, causam desequilíbrios hormonais que interfere no ciclo menstrual da mulher, dificultando a gravidez;

Inflamação nas trompas – Chamada de Salpingite, dificulta a gravidez por não permitir o encontro do óvulo com o espermatozoide. Podendo atingir uma ou as duas trompas, causa sintomas como, dor abdominal, dor durante relação sexual e sangramentos;

Infecções no aparelho reprodutor – Fungos vírus ou bactérias que irritam o útero trompas e ovários, impedem o funcionamento do órgão reprodutor feminino, dificultando a gravidez;

Alterações no útero – Pólipos uterinos e útero septado, podem dificultar o processo de implantação do embrião no útero causando aborto espontâneo;

Miomas – Tumores benignos sólidos formados de tecido muscular associados a produção de estrogênio, são considerados a 3° causa de infertilidade feminina;

Endometriose – Crescimento do endométrio, o revestimento interno do útero, em locais fora do útero, como trompas, ovários e ou intestino. Apresentam dificuldade para engravidar e dor menstrual intensa e cansaço excessivo;

Hábitos não saudáveis – Tabagismo, consumo de álcool, outras drogas, sedentarismo, estresse, desequilíbrio no peso, anabolizantes medicamentos que interferem na produção hormonal, podem causar infertilidade feminina.

Como descobrir que é infértil

A infertilidade é descoberta por meio de diversos exames diagnósticos, como os procedimentos:

Histerossalpingografia – Procedimento capaz de avaliar e identificar alterações na anatomia feminina;

Ultrassom endovaginal – Capaz de diagnosticar a infertilidade feminina, já que é possível verificar obstruções, tumor, cisto, mioma, pólipo ou outras alterações;

Videolaparoscopia – Exame considerado invasivo, já que é realizado por meio de incisões na pele, ´permitindo a visualização do interior do abdome por meio de câmeras, possibilitando a visualização o de toda a estrutura do órgão reprodutor;

Videohisteroscopia diagnóstica – Permite a visualização de qualquer alteração uterina, já que por ele é possível ver de todas as paredes do útero e diagnosticar as alterações;

Exame de sangue – Existem exames de sangue capazes de diagnosticar a infertilidade.

O diagnóstico precoce é de extrema importância para o tratamento contra a infertilidade, fazendo com que seja possível curá-la. Portanto, ao perceber qualquer dificuldade para engravidar ou manter uma gravidez, consulte um médico ginecologista.

Tratamento contra a infertilidade

A infertilidade pode ser tratada, fazendo com que a mulher consiga engravidar. Porém, é importante estar ciente de que pode haver um grande desgaste emocional dependendo do tratamento que será necessário. Os principais tratamentos são: 

Fertilização in Vitro (FIV)

Técnica de reprodução assistida que consiste em fertilizar o óvulo em um laboratório especializado, para então transferi-lo para o útero materno. 

O procedimento é realizado a partir da coleta dos óvulos da mulher e do esperma do parceiro, entretanto, é necessário que a mulher realize um tratamento onde estimula a ovulação através de medicamentos e supervisão médica. 

Após esse procedimento é possível realizar a fertilização in vitro e então durante 2 a 6 dias os embriões fecundados são monitorados no laboratório, até atingirem as condições adequadas e então são transferidos para o útero. 

Inseminação intrauterina

Tratamento que consiste em escolher os melhores espermatozoides para serem inseridos no útero da mulher próximo ao dia da ovulação.

Assim como no procedimento da fertilização in vitro para a inseminação intrauterina é necessário realizar o estímulo dos ovários sob o acompanhamento profissional.

Após a realização da coleta de espermatozoides, são escolhidos os que possuem a melhor movimentação, fator que indica maior chance de gravidez.

Indução da ovulação (coito programado)

Técnica que consiste em acompanhar o ciclo menstrual da mulher, para determinar o período fértil, o melhor momento de se manter relações sexuais. 

Esse tratamento é indicado para mulheres que possuem o ciclo menstrual irregular, o que dificulta os espermatozoides a encontrarem o óvulo. Por vezes é necessário que a mulher tome medicamentos para estimular a ovulação e facilitar a fundação.

A infertilidade feminina tem cura, portanto ao apresentar sinais de infertilidade e dificuldade para engravidar ou manter uma gravidez, consulte um médico ginecologista para realizar o diagnóstico e iniciar o melhor tratamento. 

Você sabia que a infertilidade feminina pode ser causada por tantos fatores? Comente e compartilhe!

 TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 20 / 10 / 21
Você sabia que em uma gravidez normal o sexo está liberado? Porém, existem alguns problemas em que se deve evitar. Confira!
Ler Mais
 | 13 / 10 / 21
A anestesia em parto normal é um tema bastante polêmico, mas será que pode ser feita? Confira o que o Dr. Rubens acha sobre isso.
Ler Mais
1 2 3 14
Atenção: O site https://clinicarubensdoval.com.br/ é uma fonte para melhorar o acesso dos pacientes às informações. Não deve ser utilizado como um substituto do diagnóstico completo e preciso de uma consulta médica.

Clínica Rubens Do Val 2021 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

magnifiercross
× Como posso te ajudar?