Logo Clínica Rubens do Val

Puerpério: mitos e verdades sobre o pós-parto

Atualizado em 31/05/2022
Tempo de leitura: 3 min.

É verdade que durante o puerpério a mulher tem sangramento, pode sentir um pouco de cólica e que seu corpo produz leite automaticamente. Mas é mentira que ela não pode engravidar ou que se sentirá feliz o tempo todo. Por isso, é muito importante se informar bem sobre o que acontece nessa fase.

O puerpério é o período que se inicia após o parto. Também conhecido como quarentena ou resguardo, pode se estender até a sexta ou oitava semana depois que o bebê nasce. É um momento muito importante porque agora a mulher está em companhia do bebê e inicia a sua fase de adaptação.

Além disso, ela precisa de um tempo para descansar e se recuperar, pois os órgãos reprodutivos retornam ao seu estado normal durante o puerpério. Por isso, essa fase pode ter características diferentes para cada mulher.

O momento é único e muito particular porque depende de vários fatores, como o tipo de parto, o que aconteceu durante a gestação e até mesmo a rotina da própria casa. Esse período costuma ser muito intenso por causa das mudanças que a mulher está experimentando, o que também influencia o seu estado psicológico e emocional.

É bastante comum ouvirmos uma série de informações a respeito do puerpério, mas é preciso ter cuidado e entender aquilo que é mito e o que é verdade. Pensando nisso, preparamos este material para trazer informações confiáveis sobre esse período tão especial para a mulher. Acompanhe!

A mulher tem um sangramento prolongado após o parto.

VERDADE. O sangramento após o parto é uma situação normal para todas as mulheres e pode durar até 21 dias. Isso acontece porque o útero está em processo de cicatrização, mas a tendência é de que no decorrer dos dias haja uma redução do volume, e o fluxo passa de vermelho vivo vermelho para rosado.

O puerpério é um momento de felicidade para todas as mulheres.

MITO. Mesmo quando a chegada do bebê é muito ansiada, o puerpério pode não ser um momento de felicidade exclusiva. A mulher está passando por uma mudança muito grande, o que provoca instabilidade emocional.

O choro e a tristeza são situações muito comuns e podem ser decorrentes de vários fatores, como a queda dos hormônios, o cansaço, os abalos na autoestima e o próprio sentimento de culpa por estar dessa forma. Há, também, a insegurança sobre a própria capacidade de cuidar do bebê.

O corpo produz leite automaticamente quando o bebê nasce.

VERDADE. Logo após o parto, o organismo da mulher começa a liberar o colostro, um leite produzido em pouca quantidade, mas que contém altas concentrações de gordura, proteína, vitaminas e imunoglobulinas, que ajudam a fortalecer as defesas do bebê. 

No terceiro dia após o parto o leite começa a descer, as mamas ficam ainda mais volumosas, quentes, muitas vezes doloridas, e pode ocorrer febre. A quantidade de leite aumenta conforme o bebê suga.

A mulher não pode lavar o cabelo depois do parto.

MITO. Não há nada que impeça lavar a cabeça e os cabelos depois do parto. Esse é um grande mito. A mulher não terá nenhum prejuízo para sua saúde realizando esse cuidado de higiene pessoal, inclusive, pode lavar a cabeça logo após o parto.

A mulher sente cólicas depois do parto.

VERDADE. Algumas mulheres podem sentir dores parecidas com cólicas na primeira semana após o parto. Essa sensação acontece por causa da ocitocina, um hormônio que faz com que o útero se contraia para voltar ao seu tamanho original.

Enquanto a mulher estiver amamentando, ela não engravida

MITO. Durante a amamentação, a prolactina pode interferir na regularidade da ovulação, então, pode ser mais difícil engravidar, mas não significa que a mulher não engravide durante o puerpério. Por isso as relações sexuais devem acontecer com proteção porque ela pode engravidar de novo, sim.

Existem ainda muitas outras informações, verdadeiras e nem tanto, que circulam por aí. O ideal é conversar com o ginecologista ou obstetra sobre o que acontece durante o puerpério, para saber como se cuidar da melhor forma e passar por esse momento com tranquilidade. 

Dr. Rubens do Val | Clínica Rubens do Val

Dr. Rubens Do Val

A Clínica Rubens do Val atua há mais de 50 anos nas especialidades Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, mantendo uma tradição familiar de dedicação e comprometimento com a saúde.
Agende sua consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 28 / 06 / 22
Entenda por que é tão importante amamentar o bebê conhecendo os benefícios que o aleitamento materno pode promover para os pequenos.
Ler Mais
 | 21 / 06 / 22
Descubra se é normal ter incontinência urinária depois do parto e saiba como esse problema pode ser tratado para trazer mais conforto para a mulher.
Ler Mais
1 2 3 17
Atenção: O site https://clinicarubensdoval.com.br/ é uma fonte para melhorar o acesso dos pacientes às informações. Não deve ser utilizado como um substituto do diagnóstico completo e preciso de uma consulta médica.

Clínica Rubens Do Val 2022 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

magnifiercross
× Agende sua consulta